Farroupilha tira vaga do Riograndense no Octogonal Final da Divisão de Acesso no ano de 2008

Amanhã, dia 7 de maio, o Farroupilha volta a encontrar o Riograndense de Santa Maria, em jogo válido pela terceira rodada do returno da fase inicial do Campeonato Gaúcho da Segunda Divisão, a popular Terceirona. O confronto é muito importante para os dois contendores, que precisam buscar os três pontos de qualquer maneira. O Farroupilha tem que interromper uma série de três partidas sem vitórias e melhorar seus números como mandante. Enquanto isso, o Riograndense, que venceu pela primeira vez na competição na rodada anterior, precisa confirmar o bom momento.

Neste texto, relembraremos um jogo entre as duas equipes que ocorreu no dia 14 de junho de 2008, que valeu pela última rodada da segunda fase da Divisão de Acesso daquele ano.

Em 2008, tanto o Farroupilha quanto o Riograndense passaram pela fase inicial do Acesso sem fazerem campanhas maravilhosas. O Fantasma do Fragata foi o quarto classificado do seu grupo, totalizando 15 pontos em 12 jogos. Foram 4 vitórias e um saldo negativo de 3 gols, nada que desse muitas esperanças ao sofrido torcedor Tricolor.

Em Santa Maria, o Riograndense foi um pouco melhor na fase inicial do Acesso, terminando no terceiro posto da sua chave, somando 17 pontos e o mesmo número de vitórias do Farrapo. Para se ter uma ideia da situação do time de Santa Maria, basta dizer que ele fez metade dos pontos do campeão do seu grupo, o Avenida, que venceu 11 partidas das 12 que disputou na primeira fase.

Na segunda fase o Riograndense e o Farroupilha ficaram no mesmo grupo e tiveram a companhia de Avenida, Pelotas e São Paulo de Rio Grande, dentre outras equipes.

Na segunda fase, o Farroupilha fez outra campanha que não deixou muitas marcas no coração do torcedor, acabando na sexta posição da tabela e chegando sem chances de classificação na última rodada desta fase da disputa. Já o Riograndense melhorou o seu rendimento e teve um aproveitamento que lhe daria o título do grupo com sete vitórias e dois empates, conquistados em 14 jogos. Mas não foi o que aconteceu, a equipe verde de Santa Maria escalou um atleta de forma irregular e perdeu seis pontos.

Assim, na última rodada da segunda fase, o Riograndense chegou com apenas 17 pontos, quando poderia ter 23 e a vaga antecipada para o Octogonal Final. Com estes 17 pontos, o time santamariense dividia a quarta posição do grupo com o Guarani de Venâncio Aires e estava um ponto atrás do Avenida, ou seja, o “Periquito” da região central do Estado vinha à Pelotas, para enfrentar o Farrapo, com a obrigação de vencer. Caso não conseguisse o triunfo teria que torcer por tropeços de seus adversários na tabela.

O Farroupilha, já eliminado, jogou pela honra e por uma despedida com vitória e superou o Riograndense por 3×2. O resultado acabou fazendo com que o Farrapo chegasse aos mesmos 17 pontos do adversário, tornando ainda mais melancólica a desclassificação do Riograndense.

Deixe seu comentário