Em Campinas, Brasil enfrenta o Guarani na estreia da série B

Equipes duelam a partir das 20h30 no estádio Brinco de Ouro, que terá portões fechados

Chegou a hora. Nesta sexta, o Brasil iniciará sua caminhada na Série B do campeonato Brasileiro. A partir das 20h30, o primeiro adversário Xavante será o Guarani, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas. O jogo não terá presença de torcedores, já que a equipe paulista cumpre uma punição devido a incidentes ainda na série C do ano passado.

O Brasil chega na série B deste ano após uma boa campanha na edição de 2016, onde terminou na décima primeira colocação, com 54 pontos. Já o Bugre, se credencia na segundona deste ano depois de um acesso na série C do ano passado, com o vice-campeonato. O título, naquela ocasião, acabou ficando com o Boa Esporte.

Em comum, as duas equipes não tiveram bom desempenho nos seus estaduais. Os Rubro-Negros terminaram a competição em décimo, com dez pontos ganhos. Por outro lado, o Guarani, que amarga a série A2 do campeonato Paulista, não conseguiu o acesso à elite do seu estado. Acabou a primeira fase na sexta colocação com 30 pontos, dois a menos que o Bragantino, quarto colocado e último dos classificados.

Equipe Xavante totalmente diferente do Gauchão

Uma cara nova. Essa é a aposta do Brasil em relação aos maus desempenhos no campeonato Gaúcho. Para isso, o Xavante contratou seis reforços, que são eles: Marcelo Pitol, Breno, Itaqui, Rafinha, Elias e Wagner. Deixando o elenco Rubro-Negro mais encorpado para a longa competição. A escalação destes jogadores em campo, depende da regularização deles no BID. Lincom também está acertado mas ainda não desembarcou em Pelotas.

Os 11 titulares devem ser escalados de acordo com os últimos jogos(Fluminense, jogo-treino contra o Internacional e o São José), com a dupla de zaga sendo formada por Teco e Evaldo e a camisa 9 sendo utilizada novamente por Rodrigo Silva. Nas pontas, Marcinho, Elias e Juninho, brigam, aparentemente por uma vaga, para completar o trio de meias juntamente com Nem e Bruno Lopes.

Possível Brasil: Martini, Sciola, Teco, Evaldo(Leandro Camilo) e Marlon; Leandro Leite, João Afonso, Nem, Juninho e Bruno Lopes; Rodrigo Silva.

Guarani desfalcado graças ao BID

Assim que terminou a participação do Bugre no campeonato Paulista série A2, a diretoria do Guarani tratou de reforçar o elenco e promover algumas dispensas. Foram 12 jogadores anunciados. Destes, apenas seis estão aptos para jogar e tiveram seus nomes publicados no BID na tarde de ontem.

Mesmo com os reforços, a base do time titular deve ser mantida pelos jogadores que permaneceram no clube após o paulistão. De diferente, apenas a escalação do atacante Claudinho, que já havia sido regularizado no BID durante a semana. “Vai ser com a base que vem treinando e mais o Claudinho. A equipe sai jogando foi a que treinou no coletivo de ontem. O entrosamento (é fundamental). Temos uma base e acreditamos nisso. Com o decorrer (da Série B) os jogadores vão se preparando e vamos achando uma equipe melhor. No momento é conseguir o resultado independente dos problemas” – afirmou o técnico Vadão.

A possível equipe: Leandro Santos; Lenon, Genilson, Jussani e Gilton; Auremir e Evandro; Bruno Nazário, Fumagalli e Claudinho; Eliandro.

FICHA TÉCNICA

Guarani: Leandro Santos; Lenon, Genilson, Jussani e Gilton; Auremir e Evandro; Bruno Nazário, Fumagalli e Claudinho; Eliandro. Téc: Vadão.

Brasil: Eduardo Martini, Eder Sciola, Evaldo, Teco e Marlon; Leandro Leite, João Afonso, Nem, Juninho e Bruno Lopes; Rodrigo Silva.

ARBITRAGEM

Alisson Sidnei, auxiliado por Cipriano da Silva Sousa e Fernando Gomes da Silva. Trio de Tocantins.

Deixe seu comentário